terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Ratinho

Alcino Correia Ferreira, Ratinho foi criado em Pilares. Pela Caprichosos, escola do bairro, ganhou sete sambas-enredo incluindo um estandarte de ouro em 78, “Festa da uva, no Rio Grande do Sul”. Tem mais de dez músicas gravadas com o parceiro Zeca Pagodinho e outras por Roberto Ribeiro, Jovelinha Pérola Negra, Jorge Aragão, Almir Guineto, Fundo de Quintal, Dorina, Beth Carvalho e Fátima Guedes. Entre muitos parceiros, um verdadeiro álbum de parcerias de samba, estão Monarco, Mijinha, Noca, Argemiro, Wanderley Monteiro, Guilherme de Brito, Nelson Cavaquinho, Mauro Diniz e Zé Luiz do Império. Desde 2004 ele organiza a Toca do Rato, ao lado da sua esposa Dê, que toca a cozinha. Lançou recentemente o Cd O Rato sai da Toca, com composições suas inéditas.

“Ratinho é para citar seu samba com o parceiro Marcio Vanderlei, um caso sério. Não basta ter completo domínio da arte de fazer samba, não é suficiente exibir competência, conhecer seu povo e sua cidade, tudo isso conta e muito, mas, tem que ter o Dom, tem que ser abençoado por entidades misteriosas que benzem a fronte dos que se tornam Mestres, São muitos os bons sambistas e raros aqueles que transmitem com simplicidade e beleza uma espécie de sabedoria ancestral. Não por acaso, Ratinho é um dos parceiros favoritos de Zeca Pagodinho, Sua benção, Ratinho! Sambista único - para voltar a citar o primoroso “Malaquias”, um craque como há muito não se via.ALDIR BLANC

ASSISTA: Neste vídeo Zeca Pagodinho convida Nilze Carvalho, Dorina, Teresa Cristina e Juliana Diniz. Participação de Monarco, parceiro de Ratinho no samba Coração em Desalinho.

Um comentário:

Beto Brandão disse...

JOCA CURUMIM - PAGODE DO ZÉ FULANETO
Tamanho do arquivo: 3.04 MB

http://www.megaupload.com/?d=YRYLZ1FS

Disponibilizo para download a música que o Joca lutou tanto para conseguir compor e mais ainda para conseguir gravar, entre uma coisa e outra houve uma burocracia danada pra registrar no ECAD.

Joaquim Carlos Pires Maciel, conhecido pelos amigo como Joca, nasceu em Santa Mariana (PR) em 29 de outubro de 1964, ano do Golpe Militar.
Aos quatro anos de idade (1968) muda-se para Osasco (SP), com sua família, pai, mãe e dez irmãos.
Em 1972 mudam-se para Barbalha (CE), onde aprendeu quatro lições cruciais para o desenvolvimento moral, espiritual, artístico e crítico, ler, escrever, fumar e beber pinga.
Em 1974 retorna para São Paulo em 1979 voltam para o Ceará.
Neste período trabalha como metalúrgico na Lapa.
Em 1980 volta pra São Paulo, em 1981 vai para Abreu e Lima (PE) e neste mesmo ano retorna à São Paulo onde fica até 1984, quando retorna para sua terra natal.